Transporte de passageiros subiu em 2021, mas ainda abaixo de 2019

08/03/2022

O transporte de passageiros aumentou em 2021, mas os números ainda estão abaixo dos registados em 2019, antes da pandemia, de acordo com o relatório ‘Atividade dos Transportes’, divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), esta terça-feira. 

“Os resultados preliminares de 2021 revelam um crescimento no transporte de passageiros por via aérea (+39,3%; -69,4% em 2020), por comboio (+11,5%; -38,8% em 2020) e por vias fluviais (+2,0%; -42,8% em 2020) e um decréscimo no transporte de passageiros por metropolitano (-2,8%; -48,1% em 2020)”, pode ler-se no comunicado do INE. 

Relativamente ao transporte de mercadorias, os resultados preliminares de 2021 indicam um “aumento face ao ano anterior transversal a todos os modos de transporte: a via aérea registou um crescimento de 29,8% (após -30,2% em 2020), o ferroviário de 11,0% (-7,6% em 2020), o rodoviário de 11,2% (-14,8% em 2020) e o marítimo de 5,2% (-7,0% no ano anterior)”.

Ainda em 2021, no transporte por oleoduto registou-se um aumento de 7,6% face ao ano anterior (-31,7% em 2020). Relativamente ao transporte de gás por gasoduto verificou-se um ligeiro decréscimo nas entradas (-0,1%; -3,3% em 2020) e um ligeiro acréscimo nas saídas (+0,3%; -3,2% em 2020), indica o INE. 

No 4.º trimestre de 2021, os aeroportos nacionais movimentaram 9,8 milhões de passageiros (+212,9% face ao mesmo período de 2020). Comparando com o período homólogo de 2019, registou-se uma diminuição de 26,9%. 

No mesmo trimestre, o número de passageiros por comboio e por metropolitano aumentou 40,6% e 44,9%, correspondendo a 39,8 e 48,6 milhões de utentes, respetivamente. Ainda assim, face ao período homólogo de 2019, registaram-se decréscimos respetivos de 18,9% e 35,1%.


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista