Soldado ucraniano faz-se explodir em ponte para travar avanço russo

25/02/2022

Um soldado e engenheiro ucraniano sacrificou-se pela Ucrânia, ao fazer-se explodir numa ponte perto da Crimeia para travar o avanço dos tanques russos na região.

Numa publicação no Facebook, as Forças Armadas da Ucrânia descreveram o “ato heroico” de Vitaliy Skakun Volodymyrovych, que “abrandou significativamente o inimigo, permitindo que a unidade organizasse a defesa”.

Segundo o relato das forças armadas, o soldado dirigiu-se à ponte Henichesk e sabotou a infraestrutura, mas quando soube que não conseguiria sair a tempo, decidiu ficar e garantir que a ponte cairia.

Na mesma publicação, as forças ucranianas afirmaram que iriam considerar Vitaliy para a atribuição póstuma de uma medalha.

A ponte Henichesk situa-se em Kherson, um dos principais pontos de ligação entre a península da Crimeia e o resto da Ucrânia. Apesar de não ter sido confirmado por autoridades oficiais, vários jornalistas no terreno apontam que a cidade terá sido tomada pelas forças russas.


Faixa Atual

Título

Artista