Ronaldo vai disputar ‘oitavos’ pela 18.ª vez, a sexta pelo Man. United

21/02/2022

Desde 2003/04, época em que ingressou nos ‘red devils’, proveniente do Sporting, Ronaldo só falhou esta fase da competição em 2005/06, culpa do Benfica, que, juntamente com o Villarreal e o Lille, deixou os ingleses na fase de grupos.

No total, o ‘capitão’ da seleção lusa soma 25 golos nos oitavos de final, em 34 encontros, sendo que soma 12 apuramentos para os ‘quartos’ e apenas cinco eliminações, duas delas às mãos do FC Porto, na primeira presença (2003/04) e na última (2020/21).

Acabado de completar 37 anos, disputou os ‘oitavos’ nas cinco primeiras ocasiões ao serviço do Manchester United, clube ao qual regressou no início da presente temporada, depois de três anos na Juventus e de nove ao serviço do Real Madrid.

Em 2003/04, a estreia a eliminar na ‘Champions’ foi ‘amarga’, já que o United caiu perante o FC Porto, que se viria a sagrar campeão europeu, num duplo duelo no qual esteve em campo escassos 22 minutos, 14 no Dragão e oito em Old Trafford.

O conjunto de Manchester esteve a vencer no Porto, mas acabou derrotado por 2-1 e, em Inglaterra, também liderou — chegou mesmo ao 2-0, num golo muito mal invalidado -, mas acabou afastado por um golo de Costinha, sobre os 90 minutos.

Na época seguinte, o Manchester United também caiu, com dois desaires por 1-0 perante o AC Milan, conseguindo o primeiro apuramento em 2006/07, face ao Lille (1-0 fora e 1-0 em casa).

Em 2007/08, foi o Lyon a ‘cair’ face aos ingleses, com Ronaldo a marcar o seu primeiro golo nos ‘oitavos’ na segunda mão, ao escrever o 1-0 final, depois do 1-1 em França. Na época seguinte, também marcou um para eliminar o Inter (0-0 fora e 2-0 em casa).

Seguiu-se a mudança para o Real Madrid, ao serviço do qual, em nove épocas, nunca falhou os ‘oitavos’, sendo que só caiu na estreia, perante o Lyon, em 2009/10, de nada valendo o seu golo no Bernabéu (0-1 fora e 1-1 em casa).

Nas oito épocas seguintes, ‘vingou-se do Lyon (2010/11) e, depois, afastou CSKA Moscovo (2011/12), o ‘seu’ Manchester United (2012/13), duas vezes o Schalke 04 (2013/14 e 2014/15), Roma (2015/16), Nápoles (2016/17) e Paris Saint-Germain (2017/18).

No total, pelos ‘merengues’, somou 18 golos nos ‘oitavos’, no mesmo número de jogo.

A mudança para Juventus não trouxe, na estreia, novidades, já que, em 2018/19, Cristiano Ronaldo foi decisivo na eliminação do Atlético de Madrid, com um ‘hat-trick’ em Turim (3-0), depois do desaire por 2-0 na capital espanhola.

Nas duas temporadas seguintes, as coisas não correram, porém, da melhor forma, com Ronaldo a ‘cair’ novamente perante o Lyon (0-1 fora e 2-1 em casa), em 2019/20, apesar de ter ‘bisado’, e o FC Porto, na época passada, após 210 minutos em ‘branco’.

Os ‘dragões’ venceram em casa por tangenciais 2-1 e em Turim perderam por 3-2, após prolongamento, num duelo decidido por Sérgio Oliveira, atualmente na Roma, com dois golos, aos 19 minutos, de penálti, e aos 115, de livre direto.

Em 2021/22, Cristiano Ronaldo defronta o ‘velho conhecido’ Atlético de Madrid, ao qual já marcou 25 golos — em 35 jogos -, os mesmos que ostenta nos ‘oitavos’ da Liga dos Campeões, em vésperas do seu 35.º embate nesta fase da prova.

No total, Ronaldo soma 140 golos, em 181 jogos, na Liga dos Campeões (desde 1992/93, sem pré-eliminatórias), dois recordes da competição.

O jogador luso é, destacado, o melhor marcador, com mais 15 golos do que Lionel Messi (155 jogos), e também já lidera a lista de presenças, depois de deixar para trás o ex-guarda-redes portista e seu ex-companheiro de equipa Iker Casillas (177).

O encontro entre o Atlético de Madrid e o Manchester United, de Cristiano Ronaldo, a contar para a primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, realiza-se na quarta-feira, pelas 20:00 (em Lisboa), no Estádio Wanda Metropolitano, em Madrid.


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista