Projeto alemão quer criar porcos que possibilitem transplantes de coração

03/02/2022

Investigadores alemães estão a trabalhar para clonar e reproduzir porcos geneticamente modificados que deverão ser capazes de se tornar dadores de corações para seres humanos, avança o The Guardian. Em causa está um projeto que se inspira naquele que foi o primeiro transplante de órgãos suínos para seres humanos, que decorreu no mês passado nos Estados Unidos.

Eckhard Wolf, cientista da Universidade Ludwig-Maximilians (LMU), em Munique, explicou que a sua equipa pretende criar uma nova espécie modificada que tem por base a raça ‘Ilha de Auckland’. Segundo o especialista, o projeto deve estar pronto para avançar para os ensaios clínicos em humanos até 2025.

Na primeira cirurgia deste género, uma equipa da Universidade de Medicina de Maryland transplantou, no mês passado, um coração de um porco com 10 modificações genéticas para um homem em estado terminal. Os médicos do paciente dizem que ele está a responder bem, embora os riscos de infeção, de rejeição do órgão ou de tensão arterial elevada permaneçam.

“O nosso conceito passa por prosseguir com um modelo mais simples, nomeadamente com cinco modificações genéticas”, apontou Eckhard Wolf, que tem vindo a investigar os transplantes de animais para humanos (intitulados xenotransplantes) há 20 anos.

Neste projeto, a sua equipa propõe-se a utilizar uma tecnologia de clonagem que é ainda ineficiente para gerar apenas “os animais fundadores” a partir dos quais futuras gerações geneticamente idênticas seriam criadas.

A primeira geração deste tipo deveria nascer este ano, e os seus corações deveriam ser testados em babuínos antes da equipa procurar aprovação para um ensaio clínico em humanos, algo que deve acontecer dentro de dois ou três anos, segundo o cientista.


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista