Presidente argelino efetua em maio visita oficial a França

15/01/2023

Em comunicado, o gabinete presidencial em Argel precisou que os dois chefes de Estado abordaram “temas em torno das relações bilaterais e a visita de Estado do Presidente da República a França tendo sido acordado programá-la para o próximo mês de maio”.

As relações entre a Argélia e a antiga potência colonial atravessaram um período de elevada tensão no outono de 2021, devido às controversas declarações de Macron sobre a natureza do regime argelino, que na ocasião qualificou de político-militar, originando uma grave crise diplomática.

A crise foi considerada ultrapassada na sequência da visita de Macron a Argel em agosto passado e o anúncio da reconciliação pelos dois presidentes com a assinatura da “Declaração de Argel” destinada a iniciar “renovadas” relações entre a França e a sua ex-colónia, que manteve entre 1830 e 1962.

Em finais de dezembro Tebboune enalteceu a nova “relação de confiança” entre os dois países e anunciou uma visita de Estado a França em 2023.

Leia Também: Marrocos insurge-se contra “manobras abjetas” na abertura do CHAN


Faixa Atual

Título

Artista