Pão, leite e manteiga. Santos corta na alimentação e gera discórdia

17/01/2023

O Santos começou a preparação para a nova temporada, na passada semana, porém, as medidas tomadas pela direção do clube não estão a ser do agrado de todos os colaboradores.

Segundo avança o UOL Esporte, o emblema brasileiro terá optado por gerir os gastos nas refeições e reduziu drasticamente o nível de alimentação dos funcionários, que apenas são servidos com pão, leite e manteiga, além de terem de entrar mais cedo ao serviço, para não se cruzarem com o plantel. Já os jogadores mantêm a alimentação reforçada que vinham tendo até então, desde ovos a frutas.

Ainda de acordo com as mesmas informações, todos os setores acabaram por ser prejudicados, tais como massagistas, seguranças, fisioterapeutas e até elementos da equipa técnica.

Já os trabalhadores relacionados com os serviços de limpeza e manutenção não têm sequer direito a qualquer tipo de refeição, numa medida que tem gerado cada vez mais discórdia interna, até mesmo dos próprios jogadores.

De referir ainda que, no primeiro jogo da época, a contar para o Campeonato Paulista, o Santos bateu o Mirassol por 2-1 no passado sábado, apesar de todos os protestos.

Leia Também: Helton Leite novamente na porta de saída


Faixa Atual

Título

Artista