O coelho mais pequeno do mundo cabe na palma das suas mãos

16/01/2023

Chama-se coelho-pigmeu e trata-se de uma espécie que, para além de se destacar pelas suas reduzidas dimensões, também o faz devido à sua fofura. Porém, os mais pequenos exemplares podem ser encontrados apenas em território norte-americano, segundo reporta a imprensa local.

Em causa está, mais em concreto, o coelho-pigmeu da bacia de Columbia, que se apresenta como a raça de coelho de mais reduzidas dimensões em todo o mundo – e também, provavelmente, a mais rara. Apenas pode ser encontrada numa zona do estado norte-americano de Washington, pesando entre 375 e 500 gramas.

Já no que toca ao seu comprimento, o mesmo fica, geralmente, entre os 23,5 e 29,5 centímetros. As fêmeas são, regra geral, de maiores dimensões que os machos.

Apesar de adoráveis, estes animais caracterizam-se pela sua agitação e nervosismo, tratando-se ainda de uma espécie em vias de extinção. O facto de se alimentar de sálvia, planta que tem vindo a ser dizimada para fins de desenvolvimento agrícola e devido aos incêndios florestais, tem contribuído para essa realidade. Porém, os predadores são também um risco para estes pequenos animais.

De facto, a espécie foi dada como extinta na natureza no ano de 2001, altura em que os últimos 14 exemplares da mesma foram retirados do seu habitat natural e colocados num programa de reprodução em cativeiro.

Apesar dos seus maiores esforços, os cientistas foram incapazes de cumprir o seu principal objetivo – com todos os indivíduos machos da espécie a terem perecido em 2008. Porém, os especialistas viriam a conseguir garantir a longevidade da mesma, através do seu cruzamento com a espécie de coelhos-pigmeus de Idaho.

Leia Também: Mecânico encontra coelho no chassis de um carro durante mudança de óleo


Faixa Atual

Título

Artista