Novas regras nas corridas sprint na F1. Tudo o que muda em 2022

15/02/2022

Depois da reunião do Conselho de Fórmula 1, a FIA avançou com a informação de que as corridas sprint irão manter-se em 2022, mas com novas regras e em novos locais. Comecemos pelos circuitos que irão receber estas corridas de curta duração, com cerca de 100 km apenas.

Interlagos, no Brasil, é o único traçado que repetirá a sprint de 2021. As restantes duas corridas irão realizar-se em Emília-Romanha, Itália, e no Red Bull Ring, Áustria.

A organização da F1 tinha como desejo aumentar para seis o número de corridas sprint, mas esbarrou no desinteresse e queixas de várias equipas na realização de mais provas do género, devido ao limite orçamental.

Quanto à pontuação, os pilotos têm ainda mais interesse em alcançar este ano bons resultados nestas provas. Isto porque ao contrário de 2021, onde apenas três pilotos pontuavam, este ano vão pontuar os oito primeiros pilotos. O vencedor conquistará 8 pontos, o segundo classificado 7, e assim em diante até ao oitavo lugar, que somará 1 ponto.

Também ao contrário do que acontecia no ano passado, nos fins de semana em que houver corrida sprint, o prémio da pole position é atribuído na sexta-feira na qualificação tradicional. De resto, o formato com corrida sprint manter-se-á igual, ou seja: a qualificação dita a grelha para a corrida sprint, e a classificação da corrida sprint ditará os lugares dos pilotos para a corrida de domingo.

Recorde-se que o Mundial de 2022 da Fórmula 1 tem início a 20 de março, no Bahrain.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por FORMULA 1® (@f1)


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista