Moscovo não vai pedir extradição de russos que fugiram do país

27/09/2022

A Rússia não vai solicitar a extradição dos cidadãos que estão a deixar o país para evitarem ser convocados para combater na Ucrânia.

“O Ministério da Defesa russo não enviou nenhum pedido às autoridades do Cazaquistão, Geórgia ou qualquer outro país para o suposto retorno forçado de cidadãos russos a solo russo, e não planeia fazê-lo”, informa um comunicado do Ministério da Defesa russo, citado pela AFP.

Recorde-se que, após o anúncio do presidente russo, Vladimir Putin, de uma mobilização militar parcial, foram desencadeados vários protestos na Rússia contra o recrutamento forçado de homens para o campo de batalha. Além dos protestos, muitos optaram por fugir do país, com as viagens de avião esgotadas em poucas horas e longas filas nas fronteiras terrestres com a Geórgia, a Mongólia, a Finlândia e o Azerbaijão.

Leia Também: Patriarca russo apela a “mobilização espiritual” para “reconciliação”


Faixa Atual

Título

Artista