Moscovo e Kyiv de acordo sobre estabelecimento de corredores humanitários

09/03/2022

De acordo com Iryna Verechtchouk, Moscovo confirmou o acordo sobre o respeito pela trégua que começou hoje de manhã, 09:00 locais (07:00 em Lisboa), e deve prolongar-se até às 21:00 (19:00 em Lisboa) em seis zonas onde se registam confrontos e ataques.

O acordo prevê, nomeadamente, a retirada de civis de Energodar através de Zaporojie (sul), de Izioum para Lozova (leste) e de Sumy para Poltava (nordeste).

Em Sumy o corredor estabelecido na terça-feira permitiu a retirada de milhares de civis. 

Outros corredores humanitários devem vir a ser delineados para a retirada de civis de Kyiv , onde os últimos bombardeamentos russos atingiram, sobretudo, a zona leste da cidade.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que causou pelo menos 406 mortos e mais de 800 feridos entre a população civil e provocou a fuga de mais de dois milhões de pessoas para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.


Faixa Atual

Título

Artista