Migrações. Mattarella e Macron salientam importância das relações

14/11/2022

O telefonema ocorreu depois de uma situação relativa ao navio de busca e salvamento Ocean Viking, gerido pela organização não governamental SOS Méditerranée.

Na sexta-feira, as autoridades francesas autorizaram o navio a atracar em Toulon, com 230 candidatos a asilo a bordo, depois de as italianas ignorarem os apelos do navio, feitos durante semanas, para ser autorizado a atracar a um porto.

Mas o ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, anunciou que Paris tinha decidido suspender planos para receber 3.500 refugiados que estão em Itália e apelou a “todos os participantes” no mecanismo europeu de redistribuição de migrantes para adotarem medidas similares.

A primeira-ministro italiana, Giorgia Meloni, disse que esta decisão era uma “agressiva, incompreensível e injustificada reação”.

O ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Antonio Tajani, disse hoje aos seus homólogos europeus que a questão migratória era um problema europeu, “e não apenas da Itália ou da França”, como revelou depois aos jornalistas.

Acrescentou ainda que tinha reiterado que “o problema tem de ser encarado ao nível europeu”.

Leia Também: Funcionários não policiais do SEF passam para agência de migrações


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista