Microsoft e Samsung suspenderam vendas de produtos na Rússia

07/03/2022

Várias empresas da área da tecnologia já anunciaram medidas que visam suspender as operações ou vendas de produtos na Rússia, decisões que acontecem tanto devido às sanções internacionais como também para pressionar o país a abandonar a invasão da Ucrânia.

Pois bem, a Microsoft e a Samsung são as mais recentes empresas a anunciar medidas, nomeadamente a suspensão da venda de produtos na Rússia.

O presidente da Microsoft, Brad Smith, usou o blogue oficial da empresa para confirmar que a empresa “suspenderá todas as novas vendas de produtos e serviços da Microsoft na Rússia”. Recordar que a tecnológica de Redmond já havia indicado a suspensão de algumas das suas operações no território, além de também ter decidido banir os órgãos de comunicação estatais RT e Sputnik das respetivas plataformas.

A Samsung também decidiu seguir o mesmo caminho e, em comunicado enviado para o The Verge, refere que a venda de produtos será suspensa não só em telemóveis, mas também em ‘chips’ e outra “eletrónica de consumo”.

“Devido aos atuais desenvolvimentos geopolíticos, as vendas para a Rússia foram suspensas. Continuamos a analisar ativamente esta situação complexa para determinar os nossos próximos passos”, pode ler-se no e-mail.

Além da suspensão da venda de produtos na Rússia, a Samsung anunciou também que doará o equivalente a 5,5 milhões de euros, com parte desta doação a ser em produtos eletrónicos. “Planeamos apoiar ativamente os esforços humanitários na região, incluindo auxílio aos refugiados”, afirmou a Samsung.


Faixa Atual

Título

Artista