“Maioria esta viva” apos bombardeamento de teatro em Mariupol

17/03/2022

Várias pessoas terão sobrevivido ao bombardeamento do teatro de Mariupol, no leste da Ucrânia, levado a cabo pelas forças russas. Mas a maioria dos civis terá sobrevivido. Mais de mil mulheres e crianças estavam no abrigo antiaéreo no teatro e segundo o deputado Dmytro Gurin, cujos pais estão presos na cidade, disse à BBC, há sobreviventes. 

“O prédio [do teatro] está destruído, mas temos mais de mil mulheres e crianças no abrigo antiaéreo, na cave” e “há minutos, tivemos uma informação de que o abrigo antiaéreo aguentou e as pessoas lá sobreviveram”, referiu, acrescentando que ainda não se sabe se há “mortos ou feridos. Mas parece que a maioria sobreviveu e está bem”.

Também Iuliia Mendel, ex-porta voz do presidente ucraniano, indicou que o teatro “sobreviveu” aos misseis russos e que “pelo menos, a maior parte está viva” e que os civis estão agora a ser retirados do abrigo.

Ao início da manhã desta quinta-feira, o número de vítimas do ataque ao teatro em Mariupol era ainda indeterminado. Já esta manhã, o presidente da Ucrânia acusava a Rússia de causar “centenas de vítimas” no bombardeamento do teatro.


Faixa Atual

Título

Artista