Macedónia do Norte e Albânia reforçam laços para ingressar na UE

14/11/2022

Durante uma reunião em Skopje (capital da Macedónia do Norte), Dimitar Kovachevski e o seu homólogo albanês, Edi Rama, comprometeram-se a cooperar nas suas candidaturas às UE e no combate à crise energética desencadeada pela invasão russa da Ucrânia.

“A Macedónia do Norte e a Albânia são um exemplo real de como as boas relações de vizinhança são construídas. Esta cooperação é de grande importância, especialmente durante a crise económica e energética global, com sérios desafios no fornecimento de eletricidade e bens alimentares”, disse Kovachevski.

Os dois países assinaram acordos de cooperação em projetos de energia e infraestrutura.

A Macedónia do Norte e a Albânia iniciaram as negociações de adesão à UE em julho, num processo que deve levar vários anos até ficar concluído.

A candidatura da Macedónia do Norte foi adiada por disputas com a Grécia e a Bulgária, que têm o poder de bloquear a expansão da UE, uma vez que requer a aprovação unânime de todos os 27 Estados-membros.

Após ter resolvido um desentendimento de décadas com a Grécia, surgiu logo um novo com a Bulgária.

Para resolver esta última desavença, Skopje trabalhou para alterar a sua Constituição para incluir uma referência a uma minoria étnica no país, mas ainda não é certo que o Governo de Kovachevski consiga a aprovação da emenda no Parlamento.

Leia Também: MNE britânico garante segurança dos adeptos LGBTQ+, mas pede “respeito”


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista