Ingerir esta bebida (que todos temos em casa) diminui risco de demência

29/11/2022

Há uma nova esperança para os milhões de pessoas que padecem da doença de Alzheimer, a forma mais comum de demência. Segundo novos estudos publicados na revista Free Radical Biology and Medicine, o consumo de chá verde pode ajudar a proteger o cérebro dos danos causados por esta patologia.

Leia Também: É isto que tem de fazer para reduzir o risco da tão temida demência

De acordo com os investigadores, as catequinas presentes na bebida têm capacidade de reduzir as placas no cérebro destes doentes. 

Concluíram ainda que os mirtilos também impedem a formação de placas, devido à presença de resveratrol.

Recorde-se que demência é um termo genérico utilizado para designar um conjunto de doenças que se caracterizam por alterações cognitivas que podem estar associadas a perda de memória, alterações da linguagem e desorientação no tempo ou no espaço. Para a maioria não existe tratamento e também não há uma forma definitiva de prevenir a demência. 

A Organização Mundial da Saúde estima que existam 47.5 milhões de pessoas com demência em todo o mundo, número que pode chegar os 75.6 milhões em 2030 e quase triplicar em 2050, para 135.5 milhões. A doença de Alzheimer representa cerca de 60 a 70% de todos os casos de demência.

Leia Também: A falta desta vitamina dispara (sorrateiramente) o risco de demência


Faixa Atual

Título

Artista