Habitantes de Mariupol estao a ser obrigados a ir para a Russia

20/03/2022

Os habitantes da cidade portuária de Mariupol, no sudeste da Ucrânia, estão a ser levados para a Rússia pelas tropas russas contra a sua vontade. A informação é avançada pela CNN Internacional, que cita um comunicado da autarquia de Mariupol.

“Na semana passada, vários milhares de habitantes de Mariupol foram levados para território russo. Os invasores levaram ilegalmente pessoas do distrito de Livoberezhny e de um abrigo de um prédio do clube desportivo, onde mais de mil pessoas – principalmente mulheres e crianças – se escondiam dos bombardeamentos constantes”, lê-se.

Segundo a autarquia, os habitantes foram levados para “campos” onde as tropas russas verificaram os telemóveis e os documentos. Depois foram “redirecionados” para território russo. 

“O que os invasores estão a fazer hoje é familiar para as gerações mais velhas, que viram os eventos horríveis da Segunda Guerra Mundial, quando os nazis capturaram pessoas à força”, afirma o autarca de Mariupol, Vadym Boichencko, citado na nota. “É difícil imaginar que no século XXI as pessoas ainda possam ser levadas à força para outro país.”

A cidade de Mariupol encontra-se cercada por tropas russas há cerca de duas semanas. Na sexta-feira, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que as reservas de água e alimentos na região estão a esgotar-se e praticamente nenhuma ajuda humanitária foi autorizada a entrar na área. 

Assinala-se hoje o 24.º desde o início da invasão russa da Ucrânia. Segundo dados confirmados pela Organização das Nações Unidas (ONU), pelo menos 847 mortos e 1.399 feridos entre a população civil, incluindo mais de 140 crianças, até ao final do dia de sexta-feira. Há ainda mais de 3,3 milhões de refugiados que fugiram para os países vizinhos. 


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista