Governo de Cabo Verde apoia festival de teatro Mindelact com mais de sete mil euros

14/09/2022

Publicidade

O protocolo para atribuição do valor foi assinado, na cidade do Mindelo, entre o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, e o presidente da Associação Artística e Cultural Mindelact, João Branco, para a edição que decorre em novembro e contará com mais de 40 espetáculos.

Para o ministro, o festival é uma experiência e uma forma de sentir Mindelo e Cabo Verde a partir da arte, que origina parcerias artísticas e teatrais, sendo uma mais-valia que “não tem preço”.

“Este é o sétimo acordo de financiamento ao Mindelact, desde 2016, pois quando assumimos o Governo em abril de 2016 ainda fomos a tempo de financiar pela primeira vez. Mindelact é uma marca de Mindelo e uma marca de Cabo Verde e é por isso que nós tentamos manter a constância e a consistência no financiamento”, frisou Abraão Vicente.

Publicidade

O ministro sublinhou que lado a lado como o festival Baía das Gatas, também em São Vicente, não há outro evento de dimensão, com a pujança do festival de teatro, pela sua consistência, daí continuar a merecer o financiamento do Governo.

Para o presidente do festival, o apoio do Governo é a prova de confiança no evento cultural.

“A prova da confiança que existe desde há muito tempo entre a associação artística do Mindelact e o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas é que acabei de assinar um protocolo que não li e não preciso de ler. Foi conversado, foi instituído um dia e uma hora para estar aqui e a assinatura foi concretizada”, afirmou João Branco. 

Considerado um dos mais reconhecidos eventos de artes cénicas do continente africano e o maior de Cabo Verde, a 28.ª edição vai realizar-se de 04 a 13 de novembro no Mindelo e mais uma vez com uma extensão à cidade da Praia.

O evento contará com mais de 40 espetáculos, com representações de artistas e companhias de 12 países, considerado pelo presidente da associação como um momento de celebração. 

É o segundo ano consecutivo da realização do evento, após o início da pandemia de covid-19, visto que no ano passado houve muitas restrições por causa das normas de segurança e em 2020 foi realizado de forma ‘online’.

“Acreditamos que será mais uma vez um momento de celebração das artes, do amor, do afeto, de Cabo Verde, do nosso teatro e do teatro que se faz um pouco por todo o mundo”, perspetivou o mesmo responsável.

A organização promete tudo fazer para que o evento continue a ser uma “bandeira” de Cabo Verde, com um contributo para a projeção enquanto um país moderno, cultural e aberto ao mundo.

A programação será distribuída pelo palco principal, no Centro Cultural do Mindelo, e pela Academia Livre de Artes Integradas do Mindelo (ALAIM), ambos na ilha de São Vicente, e pela extensão à Praia, na ilha de Santiago, além de outros espaços alternativos, oficinas e mostras de performances.

Leia Também: “Estamos a perder muitas pessoas”. O ‘erro’ de repórter russo na Ucrânia


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista