Encontrado corpo de desaparecido em furacão em setembro na Flórida

17/01/2023

Quase quatro meses depois de ter sido dado como desaparecido, as autoridades no estado norte-americano da Flórida encontraram, na sexta-feira, o corpo de um homem numa embarcação afundada pelo impacto do Furacão Ian.

A tempestade, de categoria 4, atingiu a costa da Flórida no final de setembro do ano passado, deixando mais de 100 mortos e um rasto de destruição pelo estado. O tornado também deixou estragos em Cuba.

No domingo, as autoridades do condado de Lee, na costa ocidental do estado, identificaram o homem como James Hurst, de 72 anos. Hurst tinha sido visto pela última vez a bordo de um barco à vela, quando disse à família que ia tentar sobreviver ao furacão na embarcação.

O corpo foi encontrado perto da praia de Fort Myers, uma das zonas mais atingidas pela tempestade, contaram as autoridades, citadas pela Associated Press.

Também na sexta-feira foi encontrado o corpo de outra pessoa, uma mulher de 82 anos identificada como Ilonda Knes, desaparecida desde outubro. O seu marido também foi morto pelo furacão Ian, tendo sido encontrado pouco depois da passagem do fenómeno meteorológico.

Hurst e Knes eram, segundo as autoridades, as últimas pessoas dadas como desaparecidas pelo condado de Lee. Através do Facebook, o xerife do condado, Carmine Marceno, afirmou que espera que as famílias possam agora fazer o luto.

As autoridades da Flórida confirmaram um total de 145 mortos devido ao Furacão Ian. Na Carolina do Norte, foram registados cinco mortos; no estado da Virgínia foi declarado outro óbito e, em Cuba, foram contabilizadas três mortes.

Leia Também: Florida recebe 4 mil milhões de dólares em ajuda federal após furacão Ian


Faixa Atual

Título

Artista