Desesperada, mulher invade banco de Beirute e leva economias bloqueadas

14/09/2022

Publicidade

Com a economia do país em colapso, os bancos do Líbano impuseram, em 2019, limites ao levantamento de moeda estrangeira, bloqueando as poupanças de milhões de pessoas.

Cerca de três quartos da população vive atualmente em situação de pobreza e a economia do pequeno país mediterrânico continua a piorar.

Segundo avançaram testemunhas que estavam no banco, a mulher armada alegou que precisava do dinheiro para financiar o tratamento de um cancro da sua irmã.

Publicidade

Armada com uma pistola, a mulher, em conjunto com os ativistas, entrou na agência do banco BLOM e invadiu o escritório do gerente, adiantaram as testemunhas.

“Deitaram gasolina por todo o lado, tiraram um isqueiro e ameaçaram incendiar tudo”, contou Nadine Nakhal, cliente do banco, citada pela agência de notícias Associated Press.

De acordo com a mesma fonte, a mulher armada ameaçou o gerente do banco com um tiro caso não recebesse o dinheiro.

Os ativistas que acompanhavam a mulher pertencem a um grupo chamado Depositors’ Outcry (Depositantes em Protesto, em tradução livre), e enquanto alguns entravam com ela, outros protestavam na entrada.

A mulher acabou por sair com um saco de plástico cheio de dinheiro, referiram as testemunhas.

A polícia deteve, do lado de fora do banco, vários dos ativistas, incluindo um homem armado.

O incidente ocorreu semanas depois de um motorista de entrega de comida ter invadido outra agência bancária em Beirute, mantendo 10 pessoas como reféns durante sete horas e exigindo a entrega de dezenas de milhares de dólares que tinha em poupanças, mas que estavam bloqueados. O homem é visto como um herói por muitos libaneses.

O Líbano luta há mais de dois anos para implementar reformas importantes no seu setor bancário e economia, mas, até agora, não conseguiu chegar a acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre um programa de recuperação.

Este programa permitiria desbloquear milhões de dólares em empréstimos e ajuda internacionais com vista a tornar a economia do país novamente viável.

Leia Também: Homem armado que invadiu banco em Beirute rende-se após negociações


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista