Deixa duas cidades desconectadas ao tentar tirar internet aos filhos

20/02/2022

Um morador de Messanges, França, não aguentava mais ver os filhos em modo ‘zombie’ pela manhã por passarem as noites entretidos nas redes sociais.

Para restringir o acesso dos filhos à internet, utilizou um bloqueador de sinal ilegal e, sem querer, deixou toda a cidade desconectada – sem internet e sem rede móvel de telefone – durante várias noites.

O caso foi descoberto após os moradores de Messanges, com cerca de mil habitantes, relatarem que, todos os dias, o sinal de internet e telefone era interrompido durante a madrugada, principalmente a partir da meia noite. 

Uma investigação foi aberta e a descoberta foi feita por um engenheiro da Agência Nacional de Frequências (ANFR), que passou a cidade a pente fino com um recetor portátil que deteta ondas que podem cortar os sinais de telefone e internet. Assim, encontrou o bairro em que o dispositivo apresentava maior identificação de bloqueadores.

Como uma bússola, ele percorreu a região a pé, orientado pelo aparelho, até encontrar a casa que emitia o bloqueio. O homem acabou por admitir ao engenheiro que comprou um “band wave jammer” para impedir o uso das redes sociais à noite.

Antes de dormir, o pai ligava o aparelho, e acreditava que o bloqueio ocorria apenas na casa dele. Além de Messanges, a ANFR descobriu que a cidade vizinha também apresentou bloqueio no acesso à internet. 

O uso de jammers é estritamente ilegal em França. Até o momento, o pai foi obrigado a pagar uma taxa de 450 euros para cobrir a investigação da ANFR e espera o resultado de um processo aberto pelo promotor público da cidade.

Agora, poderá ser condenado a até seis meses de prisão e deverá pagar uma multa de 30 mil euros, noticia o New York Post.


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista