Brasil. Mais de 10 mil denúncias de propaganda ilegal em menos de um mês

13/09/2022

Publicidade

“Desde o dia 16 de agosto, o aplicativo Pardal recebeu 10.870 denúncias de propaganda eleitoral irregular, vindas de todo o país”, indicou em comunicado o TSE.

Entre as denuncias conta-se compra de votos, uso da máquina pública; crimes eleitorais e propagandas irregulares, detalhou o TSE, acrescentando que a apuração destas denuncias compete ao Ministério Público Eleitoral.

“Os eleitores de Pernambuco foram os que mais fizeram denúncias, com 1.511 registos até agora, seguido por São Paulo (1.311), Minas Gerais (1.195) e Rio Grande do Sul (1.086)”, lê-se no comunicado.

Publicidade

O TSE indicou ainda que “a maior parte das denúncias envolve campanhas de deputado estadual (3.683), seguidas das de deputado federal (3.476), presidente (1.485) e governador (738)”.

O Brasil elegerá o próximo Presidente em 02 de outubro, numa consulta em que também serão escolhidos os governadores dos 27 estados do país, membros das câmaras legislativas estaduais, e membros da câmara alta e da câmara baixa do parlamento.

Segundo o Supremo Tribunal Eleitoral, o Brasil terá 156,4 milhões de pessoas elegíveis para votar nas eleições gerais de outubro, um recorde no país e que representa um aumento de 6,21% em relação ao número de 2018.

Leia Também: Ciro Gomes critica Lula por associar bolsonaristas ao Ku Klux Klan


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista