Ativista egípcio termina greve de fome iniciada em abril e pede bolo

15/11/2022

“Acabámos de receber uma carta: diz que acabou a sua greve de fome. Não sei o que está a acontecer lá dentro [da prisão], mas a nossa visita familiar está marcada para quinta-feira e [Alaa] pediu-nos para levar um bolo para comemorar o seu aniversário”, anunciou a irmã do ativista, Sanaa Seif, numa mensagem divulgada na rede social Twitter.

O anúncio feito hoje, a partir da prisão egípcia onde Alaa Abdelfatah está detido há três anos, acontece um dia depois de o ativista ter anunciado que tinha terminado a greve de sede, iniciada quando começou a cimeira do clima COP27, em 06 de novembro, na cidade egípcia de Sharm el-Sheikh.

O seu caso conquistou vários apoios entre os participantes da conferência do clima, tendo vários responsáveis pedido às autoridades gipcias para o libertarem.

As autoridades prisionais iniciaram uma intervenção médica no grevista de fome na quinta-feira passada, depois de ter intensificado a greve deixando também de beber água.

Leia Também: COP27. Centenas de manifestantes juntam-se a irmã de ativista egípcio


Opnião dos Leitores

Leave a Reply

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



Faixa Atual

Título

Artista